Existe um dito popular, tempos drásticos exigem medidas drásticas. De acordo The Wrap, a Warner está em discussões internas sobre como o coronavírus pode interferir a estreia de Mulher-Maravilha 84, nesse momento ainda marcada para o dia 4 de junho.

Toby Emmerich, o atual presidente da Warner Pictures, já está encaminhando conversas com seus principais consultores e acionistas sobre a eminente possibilidade de precisar adiar o lançamento do filme.

Fontes do site, afirmam que o já vem considerando lançar Mulher-Maravilha diretamente para a HBO Max ou adiar o filme para um lançamento futuro, na esperança de que as coisas se resolvam nas próximas semanas.

Acontece que as empresas cinematográficas vem tendo outra preocupação, mesmo com adiamentos: mesmo com a reabertura dos cinemas, o calendário ficará cheio. Dessa forma, os filmes poderão ficar sem uma boa data de lançamento ou longevidade em seus primeiros finais de semana.

A preferencia é de que o filme continue sendo lançado nos cinemas, a mesma fonte garante que  fonte disse ao site que a diretora Patty Jenkins e o produtor Charles Roven veem o lançamento em agosto como uma alternativa.

Mesmo com os rumores, é provável que a Warner espere para tomar uma decisão definitiva. As esperanças é de que a pandemia do coronavírus diminua e o mundo comece a voltar ao normal aos poucos.

Sobre o Autor

Vinte e uns anos, viciado em Smallville, ex-colecionador entusiasta do formato Blu-ray e totalmente dependente de café. "Super-amigos" é muito melhor que os "Vingadores".

Visualizar Artigos