Por exemplo: Marvel, DC, Liga da Justiça, ...

Stay | A unique adventure game

Do otimismo à depressão

Talvez existam certos games que possam dizer mais do que pensamos. Uns abordam história, ciências e até cálculo pode estar envolvido. Mas trabalhar com a psicologia de maneira única, é algo um tanto quanto curioso. Stay nos trás um thriller bem diferente dos jogos ao estilo Point n’Click; Que aborda causos como crises de ansiedade e depressão com o pano de fundo o sequestro de uma pessoa e o mistério por trás disso.

Desenvolvido pela empresa espanhola Appnormals Team dos estúdios PQube e Plug In Digital. lançado em 16 de maio de 2018 e está disponível para as plataformas Xbox One, Microsoft Windows, iOS.

A mecânica do jogo é bem simples. Você encontra o personagem preso em algum lugar escuro em que a única luz vem da tela de um computador. Quando o personagem passa a interagir, enxerga uma tela de chat e é por essa que inicia-se o game. Uma interação direta entre o jogador e o personagem. Primeiro você escreve seu nome e depois assim como inúmeros jogos do estilo, escolhendo entre algumas opções de diálogo, você dá continuidade para o storytelling. Dependendo do que disser isso pode modificar a narrativa, trazendo a finais curtos ou estendendo, dando assim continuidade a mesma.

Existem certos puzzles que você deve decifrar de tempos em tempos para poder continuar. Os quebra-cabeças tem a sua dificuldade aumentada com o passar do gameplay. Nesses momentos que você deixa de ser a “pessoa por trás do computador” e passa a ser o enclausurado — Para pode resolver os enigmas e seguir adiante — Isso inclui averiguar o espaço, encontrar aberturas e objetos que ajudarão a entender mais do porquê de estar ali.

Como eu citei ali em cima, o game aborda depressão e ansiedade e existe até um aviso no começo do jogo que se você possui algum problema relacionado a isso, melhor não jogar. Posso atestar isso pois para alguém que tem crises de ansiedade o jogo pode te deixar aflito em muitos momentos e a música te envolve dentro da narrativa e desperta em você a angústia e a aflição do personagem mantendo-o imersivo dentro da narrativa. E os efeitos sonoros são muito bem criados dentro da ambientação. A maneira como o som reverbera referente ao temperamento do personagem é um tanto quanto angustiante, pois é uma espécie de som de água borbulhando, mas que denota uma sensação incômoda.

Existem certas porcentagens para o humor (Mood) do personagem e é por esse medidor que você sabe se está avançando com ele ou não — Tudo dependendo das suas escolhas — São elas: Sanguine (Sanguíneo), Phlegmatic (Fleumático), Melancholic (Melancólico), Choleric (Colérico); Diferente de muita gente que acredita que ansiedade e depressão são apenas “besteiras”, estão ligeiramente enganados. Dependendo das crises, pode afetar todo o organismo e até a corrente sanguínea; Já ouviu falar que tem pessoas que passam tanto nervoso e ansiedade que ataca o estômago?, essas coisas podem ocorrer de muitas maneiras dentro do corpo humano.

Com base na hipótese de que o estado emocional interfere na variabilidade da pressão arterial, pesquisaram-se os efeitos da felicidade, da raiva e da ansiedade em pacientes com Hipertensão Arterial Borderline e concluiu-se que os três estados emocionais elevam a pressão arterial;

Eliane Corrêa Chaves; Nágela Valadão Cade¹

A segunda palavra; Fleumático se diz a personalidade do interlocutor e pelas minha pesquisas é uma boa coisa, pois trata-se do bom humor para qual o personagem tem com você.

O Fleumático é equilibrado

É o tipo de temperamento que se mostra sempre coerente, sempre calmo e tranquilo independentemente das circunstâncias à sua volta. Aprecia as belas artes e é mais emotivo do que aparenta. Habitualmente evita a violência.

O Fleumático tem um sentido de humor particular

Gosta de estar com as pessoas e tem um sentido de humor particular: Pode ter uma multidão a rir-se ao seu redor, mas ele consegue manter-se sério. Pode ser um excelente imitador e tem a capacidade de encontrar algo humorístico nas outras pessoas e nas coisas que elas fazem.

O Fleumático é reservado

É simpatizante das outras pessoas e das suas necessidades, mas dificilmente partilha os seus sentimentos. Por escolha nunca será líder, mas se essa posição lhe for imposta, demonstra ser um líder eficiente e conciliador.²

Chat

A barra Phlegmatic em Stay aumenta conforme você tem uma boa conversa com o personagem. Como descrito acima ele tem um temperamento um tanto curioso. Ele não se abre, mas quando o faz te fala tudo e tem um apreço por ti. Seu humor varia de alguém feliz por te conhecer e ao mesmo tempo com um humor ácido e tem uma inteligência bem interessante — Fazendo referências que vão desde arte até a cultura pop — São esses os poucos momentos que o game consegue ser lúdico esquecendo os problemas atuais.

O temperamento Melancholic pelo nome já diz tudo. É a tristeza, mas não só isso é alguém que tem um comportamento introvertido e ponderado. Caso você não responda “corretamente” o personagem irá ficar com pé atrás com você. Ele é observador, vê cada uma das palavras que lhe é escrita; Melancólico é introvertido, amigo fiel e tem espírito de sacrifício.

Muitos… Muitos puzzles…

Choleric é o temperamento mais voltado para a decisão que seu algoz toma. É quando ele se sente decidido a fazer algo. Se você o estimula a fazer o certo, ele vai e pronto. O personagem na história diz que é um psicólogo e portanto recebe muitos pacientes, mas que não simpatizava por seus pacientes, sendo até insensível para com os mesmos. Isso entra com tudo nesse tipo de comportamento.

Sua relação com ele que é identificado também por duas mãos. Elas começam soltas e com o passar do tempo, se você for dando confiança suas mãos se entrelaçam até ficarem unidas. Tudo dependendo da maneira como você se relaciona com ele.

Essa parte é identificada como: Emotional (Emocional), Bonding (Colagem), Stranger (Desconhecido) e Trust (Confiar), Level (Nível), Low (Baixo).

Em suma, Stay é um game bem interessante que apesar de usar um estilo comum de jogos focados em narrativa, traz uma mecânica diferente e até inovadora de gameplay, colocando-o no papel de colocutor. Possui puzzles desafiadores ao longo da jornada e uma storyline imersiva por saber te colocar dentro da trama — Você pode se importar muito com a vida do personagem — A trilha e os efeitos sonoros são bem produzidos, mas perturbadores — E existem momentos lúdicos e bonitos no game e em quesito narrativo há bom significados e no final das contas acaba sendo um “bate papo” fluído, semelhante ao que temos com nossos amigos online.

Existe luz onde só há escuridão?

Me questiono qual seria o real motivo desse jogo. Ele possui uma história, mas existe algum significado por trás dele? — Como por exemplo o “vagalume” que o segue, pois qualquer pessoa que sofre de algum mal como a depressão fica enclausurado dentro de si mesmo, mas que no fim existe sempre a esperança, uma luz que o guia para fora dessa prisão. Ao mesmo tempo que em determinadas partes você pode encontrar uma falsa saída, um caminho pela escuridão que até a única luz que possui te abandona e você segue um caminho sem volta rumo a morte (ou o suicídio). Existem muitas partes que se pararmos para pensar, podem ser analogias ao que pessoas que portam a doença podem sofrer.

Bom é isso, o game vale a pena ser jogado, caso você não tenha crises de ansiedade ou até depressão. Pois como citado ele pode ser perturbador para quem o joga.

Em pontos negativos, talvez não seja um jogo longo mas a constante de puzzles que você deve resolver pode ser frustrante para quem está engajado na história quebrando um pouco o ritmo.

 

Nota —  3.5/ 5.0

Média final dos Gamers7.3 /10

 


REFERÊNCIAS

  1. CHAVES, Eliane Corrêa — Efeitos da ansiedade sobre a pressão arterial em mulheres com hipertensão — Data 03 e 04/2004 — http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-11692004000200003 — Acesso em: 10/10/2018.
  2. EDUCA MAIS — Temperamento Fleumático — Data 02/01/2011 — http://educamais.com/fleumaticohttp://educamais.com — Acesso em: 11/10/2018.